Idaron alerta produtores para vacinar rebanho contra Aftosa

sexta-feira, 11 de maio de 2012


Idaron alerta produtores para vacinar rebanho contra Aftosa

A Agência Idaron faz um alerta aos proprietários que, mesmo não tendo animais em idade de vacinação (zero a 24 meses), devem comparecer até uma unidade da Agência Idaron para atualizar seu rebanho e os dados cadastrais

Na próxima terça-feira (15), encerra-se a 32ª etapa de vacinação contra a febre aftosa. Os criadores precisam ficar atentos ao prazo de comprovação da vacinação, que termina no dia 22 de maio, devendo ser feita nas Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav’s) da Agência Idaron, que estão instaladas em 83 pontos do Estado de Rondônia. Neste momento o produtor deve ter em mãos a nota fiscal da compra da vacina e a relação de todo o seu rebanho.

Nessa campanha estão sendo imunizados bovinos e bubalinos (búfalos) de zero a 24 meses, contra a febre aftosa. No ano passado, na 30ª etapa (abril/maio), foram vacinados contra a febre aftosa em Rondônia mais de quatro milhões de cabeças, nessa faixa etária. Rondônia possui o sétimo maior rebanho do país com mais de 12 milhões de animais, sendo uma das maiores potências nacionais no ramo da pecuária e, sendo considerada a nova fronteira do agronegócio brasileiro, atraindo cada vez mais investimentos e com isso geração de emprego e renda para a população.

A Agência Idaron faz um alerta aos proprietários que, mesmo não tendo animais em idade de vacinação (zero a 24 meses), devem comparecer até uma unidade da Agência Idaron para atualizar seu rebanho e os dados cadastrais. É importante que todas as informações cadastrais sejam consolidadas no banco de dados da cadeia produtiva. Esses dados são usados num planejamento adequado das ações de vigilância sanitária, controle populacional e de proteção do patrimônio do setor produtivo rondoniense, além de serem imprescindíveis para orientar novos investimentos.

Os números iniciais demonstram que os produtores estão atendendo ao chamado da Agência Idaron, porém ainda existe uma grande quantidade de produtores que não realizaram sua declaração. “Não vamos deixar para a última hora, evitando filas nas unidades. Os índices de inadimplentes nas campanhas de vacinação sempre são baixos, a consciência e o comprometimento do nosso produtor com a campanha são reconhecidos nacionalmente”, explica o presidente de Agência Idaron Marcelo Henrique Borges.

O produtor que deixar de vacinar seu rebanho no prazo estabelecido pela Agência Idaron, fica sujeito a uma multa de R$ 117,25 por animal não vacinado, assim como o produtor que vacinar e não declarar a vacinação dentro do prazo.

Vacinando e comprovando a vacinação de seu rebanho dentro do prazo, o produtor protege o seu rebanho, cumpre o que determina a legislação estadual de defesa sanitária, evita filas, aborrecimentos e colabora para que o estado se mantenha livre da febre aftosa, garantindo assim um patrimônio de importância vital para RondôniaIdaron alerta produtores para vacinar rebanho contra Aftosa

0 comentários:

Postar um comentário

 
pingusso © 2011 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum